Example of a short squeeze using Volkswagen.

O que é um “short squeeze”?

Se já investe há algum tempo, provavelmente lembra-se do short squeeze da Volkswagen e, se é novo no mundo dos investimentos, talvez se lembre do da GameStop. Em termos simples, um “short squeeze” ocorre quando muitos investidores efetuam uma venda a descoberto numa ação (apostam contra ela), mas o preço da ação dispara. Como resultado, muitos investidores abandonam rapidamente a sua posição curta comprando de volta as ações para limitar as perdas ou salvaguardar quaisquer lucros, caso o preço das ações continue a subir. Por outras palavras, são “espremidos” para fora das suas posições.

O que acontece durante um “short squeeze”?

Em primeiro lugar, quando os investidores se colocam em posição curta, estão a especular que o preço de uma ação irá baixar. Assim, vendem ações que não possuem com o objetivo de as comprar de volta a um preço mais baixo. Se for bem sucedido, o lucro é a diferença entre o preço de venda e o preço de compra. Se o preço das ações aumentar e se tornar maior do que o preço de venda, o investidor sofrerá uma perda. O preço de uma ação pode continuar a subir, o que significa que, teoricamente, não há limite para a quantidade de dinheiro que um investidor pode perder quando abre uma posição curta. Para limitar as perdas potenciais, muitos vendedores a descoberto utilizam uma ordem de Stoploss. As posições são então fechadas automaticamente quando o preço atinge um determinado nível.

Durante um “short squeeze”, o preço de uma ação com um elevado volume de vendas a descoberto acelera inesperadamente, por exemplo, devido a notícias positivas ou a ganhos superiores aos esperados, deixando os vendedores a descoberto a lutar para fechar rapidamente as suas posições, comprando de volta as ações emprestadas. Os vendedores a descoberto que saem das suas posições fazem subir ainda mais o preço de uma ação. A dinâmica de aumento do preço das ações também pode atrair outros investidores para comprar, aumentando ainda mais o preço das ações.

Como saber quando está para chegar um “short squeeze”?

Para que ocorra um short squeeze, é necessário que já haja muitas posições curtas pendentes.

Quanto mais fortemente uma ação é vendida a descoberto, maior é a probabilidade de um short squeeze. Foi o que aconteceu, por exemplo, com a GameStop. Na primavera de 2020, o número de ações vendidas a descoberto era superior a 100%. Por outras palavras, havia mais ações vendidas a descoberto do que ações livremente negociáveis. O retalhista americano de videojogos era, portanto, um alvo ideal para os investidores causarem um short squeeze. No fórum online Reddit, os investidores privados fizeram subir o preço em centenas de por cento, e os vendedores a descoberto foram obrigados a abandonar as suas posições para limitar as suas perdas. As empresas com mais de 10% das suas ações em posições curtas e com uma capitalização bolsista inferior a mil milhões de euros são as que correm maior risco de sofrer um “squeeze”.

Na Europa, os vendedores a descoberto são obrigados a divulgar a sua posição quando esta excede 0,5% do capital emitido. Este valor é calculado tendo em conta todas as posições longas e curtas em ações e derivados da empresa em causa.

O que aconteceu no “short squeeze” da Volkswagen?

Um dos maiores “short squeezes” ocorreu em 2008 com a Volkswagen. Os fundos de cobertura consideraram que o fabricante alemão de automóveis não sobreviveria à grande crise financeira e especularam fortemente sobre uma queda dos preços. Foi criada uma grande posição curta, que ascendia a cerca de 12,5% das ações em circulação. Ao mesmo tempo, a rival Porsche aumentou a sua participação minoritária de pouco mais de 40% para 74% das ações da Volkswagen através de opções. Quando este facto se tornou conhecido, os vendedores a descoberto fugiram das suas posições. No espaço de cinco dias, o preço das ações da Volkswagen quintuplicou para 999 euros, tornando-se brevemente a maior empresa do mundo.

Quais são os riscos de uma operação de” short squeeze”?

Participar numa operação de short squeeze pode envolver riscos elevados. O principal fator a ter em conta é a oportunidade. Por exemplo, durante o short squeeze da GME, os preços dispararam para 347,51 dólares em 27 de janeiro de 2021. No entanto, uma semana depois, a 4 de fevereiro, o preço já era acentuadamente inferior de 53,50 dólares. Este é um exemplo claro de que, uma vez que a maioria dos vendedores a descoberto fecham as suas posições, o preço muitas vezes cai novamente.

Os “short squeezes” são lucrativos?

Os “short squeezes” são bastante arriscados, mas podem ser lucrativos. Quando compra uma ação a um preço baixo e um short squeeze a faz subir, se vender no momento certo, pode obter-se um grande retorno. No entanto, é impossível prever o momento certo para o mercado, e os preços podem cair tão rapidamente quanto sobem.

Principais conclusões:

  • Quando ocorre um short squeeze, o preço de uma ação com um elevado volume de vendas a descoberto sobe inesperadamente, o que faz com que os vendedores a descoberto fechem as suas posições, fazendo subir ainda mais o preço da ação.
  • A Volkswagen foi um dos maiores “short squeeze” da história, e vimos muitos outros “short squeeze” em 2021 devido ao fenómeno de “ações meme”.
  • Em alguns casos, os investidores podem lucrar com um “short squeeze”, mas isso implica um alto risco.

Investir com a DEGIRO

Queremos tornar o investimento acessível a todos, oferecendo taxas incrivelmente baixas. Para mais informações, consulte a nossa página de Comissões.

Ajudamo-lo a distribuir o seu risco, oferecendo-lhe acesso a um dos maiores universos e bolsas. Pode influenciar o seu risco construindo uma carteira bem diversificada e distribuindo os seus investimentos por diferentes tipos, regiões e sectores. Para uma visão geral dos produtos e bolsas que oferecemos, visite a nossa página Mercados.

Abra uma conta

As informações contidas neste artigo não foram escritas para fins de aconselhamento, nem têm como objetivo recomendar quaisquer investimentos. Tenha em atenção que os factos podem ter mudado desde que o artigo foi originalmente escrito. Investir envolve riscos. Pode perder (uma parte) dos seus fundos investidos. É aconselhável investir apenas em produtos financeiros que correspondam aos seus conhecimentos e experiência. A diversificação não garante lucros ou proteção contra perdas em mercados em declínio.

Considerado autorizado e regulado pela Autoridade de Conduta Financeira. A natureza e a extensão da proteção dos consumidores podem ser diferentes das das empresas sediadas no Reino Unido. Os pormenores do Regime de Autorizações Temporárias, que permite às empresas sediadas no EEE operarem no Reino Unido durante um período limitado enquanto procuram obter uma autorização completa, estão disponíveis no website da Autoridade de Conduta Financeira (Financial Conduct Authority).

Fontes: Investopedia, FD, shortsell, The New York Times

Voltar

Comece a investir em 10 lições

Academia do investidor academy

Comece hoje a investir

Abrir uma conta gratuitamente invest
backtotop

A sua viagem de investimentos começa aqui

Abra uma conta gratuitamente e junte-se a mais de 2,5 milhões de investidores na nossa plataforma de fácil utilização.

Nota:
O investimento envolve riscos. Pode perder (uma parte) do seu capital investido. Aconselhamo-lo a investir apenas em produtos financeiros que correspondam ao seu conhecimento e experiência. Isto não é um conselho de investimento.

O investimento envolve riscos.

icon_close

Queremos capacitar as pessoas no sentido de se tornarem nos melhores investidores que possam ser. Ao oferecer um universo de possibilidades e escolhas na nossa plataforma de fácil utilização, estamos a remover barreiras para tornar o investimento acessível a todos: principiantes ou experientes. Na DEGIRO tem acesso a uma grande variedade de produtos em mais de 50 bolsas globais para ter a liberdade de investir da forma que desejar. No nosso mundo, também mantemos uma boa relação qualidade/preço. Assim, sem comprometermos a nossa qualidade, segurança e gama dos nossos serviços de investimento, oferecemos taxas baixas. Dar prioridade às suas necessidades fez com que nos tornássemos na principal corretora a nível europeu. Os nossos mais de 2,5 milhões de clientes e mais de 100 prémios internacionais são a prova do nosso sucesso.

A flatexDEGIRO Bank Dutch Branch, uma sucursal estrangeira do flatexDEGIRO Bank AG | Amstelplein 1, 1096HA Amesterdão | telefone: +351 308 804 692 | e-mail: clientes@degiro.pt | A flatexDEGIRO Bank Dutch Branch está registada na Câmara de Comércio Holandesa com o número 82510245. | A flatexDEGIRO Bank Dutch Branch, que actua sob o nome DEGIRO, é a sucursal holandesa do flatexDEGIRO Bank AG. O flatexDEGIRO Bank AG é supervisionado primariamente pelo regulador financeiro alemão (BaFin). Nos Países Baixos, a flatexDEGIRO Bank Dutch Branch está registada no DNB e é supervisionada pela AFM e pelo DNB. | O flatexDEGIRO Bank AG é um banco alemão licenciado, supervisionado pelo regulador financeiro alemão e registado na Câmara de Comércio Alemã sob o número HRB 105687.